Quero cursar Psicologia. E agora?

09:19




   Olá meninx, tudo bem?!

   Hoje o assunto é bem extenso, mas acredito que pode ajudar muita gente. Me lembro que já no segundo colegial tinha uma ideia muito rasa sobre qual faculdade fazer, tinha dúvida entre três cursos muito completos e longos, mas só um deles foi pra frente, o curso de psicologia, que era a minha segunda opção.

   O que me levou a cursar psicologia foi mais do que tudo a vontade e desejo de exercer a profissão, e diante disso pesquisei muito a respeito do curso e principalmente a respeito de valores. Ao finalizar o ensino médio corri pra faculdade escolhida pra fazer o vestibular e a inscrição pro curso, mas não tive quem me guiasse sobre outras possibilidades na época e hoje venho dar uma luz pra quem não teve esse feedback.


1. Sobre horários, valores e dedicação:

   O curso de psicologia é muito complexo, caro e longo. São 5 anos de estudos, muita leitura e comprometimento e está numa faixa de 500 reais pra cima, dependendo da faculdade e da disponibilidade de horário, pois em algumas faculdades o horário da manhã tem um preço mais alto, enquanto o horário noturno é menor. Pra quem trabalha é bem difícil estudar no período da manhã, então como estou na lista de pessoas que trabalham para pagar a faculdade, tive que optar pela noite, muito embora eu preferisse o horário da manhã.

   A dificuldade inicial é pagar o curso e mantê-lo, são 5 anos em que você precisa se dedicar ao máximo em leitura, apresentações de trabalhos e horários extras para ganho de horas, indo a palestras, fazendo palestras, eventos voltados para a área de psicologia e etc., que infelizmente nem sempre é possível, já que quem trabalha não pode ficar faltando para ganhar horas complementares.



   Muita gente entra no curso com o pensamento de: "vim aqui para me entender" e pode ser que você que tem essa ideia inicial não encontre uma resposta nem no primeiro ano, nem no quinto ano. Essa é uma área que visa o acolher o outro, desmitificar e trabalhar a nossa tolerância. Ao entrarmos no curso é importante despir-se de tudo o que ganhamos até o momento e entregar-se verdadeiramente!

  Por esse motivo muitas pessoas desistem do curso até meados do segundo ano, então não se assustem! É muito comum mesmo. E claro, dependendo do que você espera do curso ao ingressar pode ser que você desista também.


2. Mais mulheres do que homens?

   É um fato. Tem-se pouquíssimos estudantes do gênero masculino cursando psicologia e isso vai muito profundamente no pré-conceito que as pessoas tem com a área de psicologia. Muitas pessoas acreditam que a área não dá muito dinheiro, muitos não possuem a sensibilidade em trabalhar coisas em si mesmo para dar um pouco de si ao outro e muitas vezes por ver que existem muitas mulheres no curso e poucos homens, acabam optando por sair, porque não se "adaptam".

  Esse é um grande problema, na verdade. Durante o curso, tive muitos professores formados em psicologia que são incríveis e enfrentaram esses mesmo problemas enquanto cursavam. Na minha turma mesmo haviam somente 4 homens de uma sala com pouco mais de 30 alunos (30 dos quase 50 que aguentaram firmemente até o segundo ano).


  Embora a profissão tenha diversos campos, o que mais tem gerado lucro e empregos é em Recursos Humanos (RH) no campo da psicologia organizacional, e que assim como o curso, também possui mais mulheres do que homens.

  Os homens ainda tem muito preconceito com áreas de humanas e a psicologia não fica muito atrás nisso. A nossa sociedade acredita e nos faz acreditar que o homem está mais voltado para a áreas que envolvem exatas, o que não é necessariamente uma verdade. Como bem citei, tive professores psicólogos que são incríveis! Vamos desmistificar isso agooooora mesmo!


3. Coisas que assustam quem pretende fazer o curso:

  O excesso de leituras, o tempo de curso e o preconceito são, sem dúvida, algumas das coisas que mais assustam as pessoas que consideram cursar psicologia e/ou conversam com você a respeito do curso.

   É como eu disse de início e sempre (re)afirmo, é preciso dedicação, e dedicar-se ao curso é viver pelo curso mesmo. Toda a leitura que nós fazemos é algo que não vamos deixar de usar, são coisas que vamos precisar estar sempre pautando, mesmo ao exercer a profissão, então é preciso ler, insistir muito no assunto. O curso tem muitas leituras, muitas abordagens, então é preciso foco e muito gosto por leitura.


   Os cinco anos de curso é o que mais assusta: "Nossa, tudo isso?!", o que são cinco anos para quem esteve na escola a 11 anos ou pouco mais?! Pra quem gosta é um tempo de dedicação que vale a pena, que inclusive passam num piscar de olhos. Muitas pessoas hoje em dia querem cursos bons que possam ser feito rapidamente, só que é preciso entender que não existe milagre não, algumas profissões realmente sugam muito de você pra você ser um bom profissional, independente de ser longo ou não é aquela velha questão, melhor três anos bem feitos do que cinco anos mal feitos. São anos e muito dinheiro gasto e você tem que pensar que é um investimento pra vida toda.

   O preconceito inicial é sempre um problema, muitas pessoas acham que quem cursa psicologia é louco e/ou vai tratar pessoas que "não tem mais jeito". Muitas pessoas pensam que a área não tem valor, que você vai investir anos e muito dinheiro e não vai ter o retorno disso tudo e é algo que assusta, além daquele pensamento raso de: "vai fazer miçanga na pós graduação e mestrado", como se as áreas de humanas não tivessem qualquer valor.

   Outra questão é o uso da matemática! Muitos se enganam achando que quem faz humanas não sabe matemática, é realmente complicado para alguns e não podemos julgar por isso, a exatidão nem sempre faz alguém compreender o outro, principalmente quando se trata de nós, seres humanos. Dentro do curso (depende da grade curricular, claro) você tem estatística em dois semestres, então se preparem e abram a mente, não é um bicho de sete cabeças não!


4. Paixão pela profissão e o bom encaminhamento:
   Acredito que a gente precisa se encontrar no que faz e fazer justamente aquilo que a gente ama fazer, se você tem dúvidas tente, não basta procurar entender, é preciso ver com os próprios olhos e tirar todos aqueles pré-conceitos que a gente acaba tendo. Os sites não fornecem a imensidão de um curso, então tenta procurar pessoas que exerçam a profissão em, acompanhe palestras, eventos, fique por dentro desse mundo pra você "sentir na pele", se não for aquilo que você achou que seria e opte por sair, valeu a tentativa, valeu o aprendizado.

   Uma coisa que eu aprendi nesses anos é que a gente precisa dar tempo ao tempo, não adianta correr. Eu estaria me formando nesse ano de 2016, e vejam só, estou com matrícula trancada no terceiro semestre e por muito tempo lamentei por isso, até entender que não tem pressa, se tiver que me formar eu vou, se tiver que ser isso, vai ser isso.


   A gente cresce achando que a gente pode tudo porque o tempo é nosso, que as coisas vem facilmente, só que a vida prova o contrário. Então senta, analisa, testa, estuda, busque, procure, tente entender e tudo toma o seu caminho.

   Eu não conheço ninguém próximo que seja formado em psicologia, então não sei exatamente de onde surgiu essa ideia e essa paixão, porém, é algo que me completa inteiramente e não me vejo fazendo outra coisa por amor. Já cogitei diversas vezes a possibilidade de me formar e não ver sentido no diploma por N motivos, mas temos que pensar que independente disso a gente fez algo, tentou, viu o que era, se era ou se não era e cá estamos.

   O que sempre alerto é: ama ler? gosta de alguma abordagem da psicologia? entende alguns conceitos sociais e está aberta a compreensão? tem como bancar ou tem como buscar auxilio e/ou uma faculdade pública? tem interesse na profissão, em exercer a profissão ou é só passatempo? dependendo do que você responder você tem a sua resposta: tentar ou não tentar, ou tentar mais tarde. Basta buscar em você.


5. Quero cursar psicologia. E agora?

   Pesquise muito sobre as áreas de atuação, as abordagens... Busque se informar sobre eventos, palestras, reuniões que você possa frequentar. Busque profissionais das áreas para conversar e tirar dúvidas, busque fazer testes profissionalizantes com psicologas(os)... Tudo o que acrescenta é super bem vindo!

   Não basta procurar, tem que querer também. Amadureça a ideia de fazer o curso, se é algo que te encanta, quais as suas reais expectativas com o curso e com a futura profissão, organize materiais que possam ajudar você a encontrar faculdades boas que tenham o curso e dê oportunidades (descontos, bolsas, estágios remunerados ou não, palestras), professores que possam esclarecer e te guiar dentro desse universo, e que além de tudo estejam abertos a diálogo para sanar questões mais profundas como o exercício da profissão, que possam ampliar seus horizontes quanto ao curso e profissão.

   Esteja aberto a novidades, a aprendizados e experiências. Permita-se explorar a si mesmo e os horizontes. Desapegue de todos os seus pré-conceitos/preconceitos. Permita-se. Abaixo liste alguns prós e contras.

PRÓS:
  1. Experiências fora de sala (palestras, eventos, estágios);
  2. Área com muitos ramos de atuação e muitas possibilidades;
  3. Muita leitura;
  4. Média salarial 2.000 pra cima;
  5. Controle de exercício da profissão;

 CONTRAS:
  1. Duração de 5 a 6 anos;
  2. Curso e materiais caros;
  3. Nota do curso alta entre: 90 a 94 (pontuação);
  4. Estágios obrigatórios fora de horário;
  5. Dificuldade em sair da graduação e exercer a profissão imediatamente;

6. Interagindo e conhecendo a profissão:

   Tenho um aplicativo no celular muito bom que pode ajudar a esclarecer algumas questões! O nome do app é "Psicologia de Bolso HD", tem muito conteúdo gratuito e tem muito conteúdo pago, então vai de você mesmo. Os que são pagos e está na versão gratuita está com um cadeado e você não tem acesso, pra baixar a versão paga ele te dá as instruções.

   O aplicativo é super simples, super leve mesmo, vale a pena baixar e dar uma conferida!

  Ele traz referências, algumas abordagens e teorias, transtornos mais comuns e testes super simples para identificar algum sintoma de alguns transtornos. Então pra quem faz psicologia é um bom guia que qualquer pessoa pode acessar para conhecer um pouquinho de toda essa complexa profissão!




   Eu espero que vocês tenham curtido, não dá pra falar muita coisa porque fica muito mais extenso do que ficou, haha, mas tentei trazer um pouquinho de algumas coisas mais importantes para se planejar melhor e qualquer coisa estou disponível para conversar, tanto quanto a Alice que é uma amiga querida que conhecido no curso de psicologia.

  Se você tem interesse ou já teve, se faz ou gostaria de fazer, deixa seu comentário! Beijão.

Postagens sugeridas

15 Comentários

  1. Psicologia é um curso bem intenso, acho o máximo! Estou inscrita no seu cantinho Stefanie :) venha conhecer o meu <3 https://universodecifrado.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jennifer, bem vinda! :D
      Sim, é um curso de muitos altos e baixos, mas que vale muito o esforço! rs
      Obrigada pela visita, volte sempre! <3

      Beijão!

      Excluir
  2. Olá!
    Já pensei em fazer psicologia, mas acabei percebendo que não era o curso que eu realmente queria.
    Apesar disso, admiro muito os profissionais da área e já fui a excelentes psicólogos.

    Abraço!
    http://tudoonlinevirtual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sávio! Bem vindo ^^

      Pois é, as vezes a gente vê falar tanto que vai na empolgação, haha, mesmo sabendo que esse é o curso que quero fazer e a profissão que quero exercer, ainda dá muito medo de chegar nos finalmentes haha e ver que não era exatamente isso, porque a gente é muito novo né? muda de ideia toda hora haha.

      Obrigada pela visita! Volte sempre <3

      Beijão!

      Excluir
  3. A decisões não são fáceis...mas se for isso que gostas, força!


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Isa! ^^

      Pois é, um dia cada um encontra aquilo que realmente ama fazer, haha. Obrigada pela visita, beijão!

      Excluir
  4. A Psicologia era a minha primeira opção de curso quando mais nova, depois acabei mudando! Mas com certeza é um curso incrivel. Faço terapia e sei o tamanho da importância disto na vida das pessoas. Adorei o post :)
    Abraço! :)

    Red Behavior

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maria!

      Olha só!! Eu tinha letras como primeira opção, mas psicologia me prendeu demais e acabei optando por esse curto, até o momento estou muito satisfeita com essa escolha! haha, sim, tem muita importância e infelizmente ainda rondam muitos tabus e preconceitos tanto por quem faz terapias, quanto pra quem exerce a profissão em questão, mas aos poucos a gente vai desmistificando tudo isso, né?! ^^

      Fico feliz que tenha gostado! Obrigada pela visita, beijão!!

      Excluir
  5. Falou tudo! É gostoso, mas não dá pra negar que é cansativo sim. Infelizmente ainda temos este problema, o acesso à educação se tornou um pouco mais fácil com o passar dos anos, mas ainda é elitista, e quem precisa trabalhar para pagar a faculdade acaba sofrendo bastante porque geralmente as empresas não te entendem quanto aluno, e a faculdade não te entende quanto funcionário de uma empresa - e geralmente nenhum dos lados te entende ou te enxerga como pessoa... Desculpa pelo desabafo rsrsrs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahaha Ai Alice, infelizmente isso é uma realidade, as coisas acabam não casando! É até por isso (entre mil outros motivos) que não tem rolado pra mim ainda, buscar um lugar que entenda o funcionário e que possa envestir nele é muuuuuuuuuuito difícil! haha

      Excluir
  6. Eu só imagino o quanto de leitura deve ter! Se em curso de exatas já lemos bastante, imagino em humanas... é uma profissão que a pessoa tem que realmente amar o que faz. Tenho vários conhecidos que cursam e amam! Acho muito legal. Mas pra mim jamais ia dar certo, ter que lidar com pessoas... hahaha admiro quem consegue! *-* E acho que durar 5 ou 6 anos é o normal, pelo menos a maioria dos cursos que vejo levam 5 anos, se conseguir passar e pagar tudo conforme o cronograma. Aiai, é muito complicado escolher profissão x)
    Beijos!
    http://tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, tem muuuuuuita leitura, hahahaha. Pra quem gosta de ler, é um prato cheio né?! Várias indicações de textos, livros... rs

      Complicado demais mesmo Raquel hahaha, mas é um sufoco que vale a pena! <3

      Excluir
  7. Ameeei! Psicologia também era minha segunda opção. Mesmo não indo pra esse curso, eu continuo interessada pela área, tanto que até grabde parte dos meus amigos de faculdade são de psicologia kkkk Eu saio de psicologia, mas a psicologia não sai da minha alma miçangueira. Bjs!
    Seguindo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! ^^

      Olha que bacana! hahaha, amigos de psicologia são os melhores (olha a suspeita!!) rs. Você pode ir atrás de eventos, palestras... Aproveita que tem amigos da área para indicar ^^

      Obrigada pela visita!!!! Beijão!

      Excluir

POSTAGENS POPULARES

FACEBOOK

Subscribe