Campanha "Chega de Fiu-fiu"

11:31


   A campanha Chega de Fiu-fiu do site thinkolga.com se espalhou pelas redes e a mobilização será transformada em um documentário para alertar homens e mulheres sobre os assédios sexuais em lugares públicos e a objetificação do corpo feminino. Esse mesmo site publicou uma pesquisa a respeito das abordagens nas ruas feitas por homens em mulheres comuns que passavam por eles, e adivinha só: 99,6% das mulheres responderam que já foram assedias nas ruas e 83% delas disseram não gostar desse tipo de abordagem. 

"Se eu não conheço a pessoa, eu não dei intimidade pra ela" 
— Renata Pelissari.


   O que é machismo? Segundo o site Discionário Online de Português, machismo "é opinião ou atitudes que discriminam ou recusam a ideia de igualdade dos direitos entre homens e mulheres. Característica, comportamento ou particularidade de macho; macheza. Demonstração exagerada de valentia." (http://www.dicio.com.br/machismo/), ao contrário de feminismo que é "doutrina cujos preceitos indicam e defendem a igualdade de direitos entre mulheres e homens. Movimento que combate a desigualdade de direitos entre mulheres e homens. P.ext. Ideologia que defende a igualdade, em todos os aspectos (social, político, econômico), entre homens e mulheres" (http://www.dicio.com.br/feminismo/), e ambos os significados procedem de forma idêntica ao que está nos dicionários de linguá portuguesa que podemos encontrar em livrarias e sebos.

   O que difere uma ideologia de outra? Como ambas nascem no contexto social: O homem passa a ser representado como um ser divino do sexo masculino e a mãe a virgem Maria nada pecadora, o homem passa a ser o dominante e poderoso, tendo assim cargos elevados, poder sobre todas as coisas sociais e inclusive sobre a mulher que é então objetificada. Todos esses fatores gerou aquilo ao que chamamos de machismo, uma ideologia que prega o homem como macho, forte e poderoso e ao contrário dessa ideologia surge o feminismo que se mobiliza para dar o direito da mulher de exercer cargos elevados iguais ao do homem, o direito da mulher em ir e vir como cidadã, o direito de escolher seu marido, suas roupas, seu emprego e uma porção de coisas das quais elas não podiam ter, surge então o movimento feminista, movimentando a ideia de que toda mulher tem direitos como ser social e que ela pode ser o que quiser sem que um homem a domine e controle-a.

   Já ouvi homens dizer que machismo não existe, que o feminismo é uma ideia de controle de massas, como se nós não fossemos violentadas. Então como mulher posso dizer que muitos deles se equivocam ao dizer que nós nos fazemos de vítima o tempo todo, esse é mais uma ideia machista de que a mulher reclama por tudo e por nada. É mais uma ideia de calar nossa boca, como sempre fizeram e como sempre tentarão fazer.

    O movimento "Chega de Fiu-fiu" (que remete campanha, documentário e outros) traz exatamente esse ponto: ser assediada na rua e abordar o rapaz ou senhor que nos assediou e explicar o quão ruim é ser assediada nas ruas de manhã, de tarde e a noite, como mostra o vídeo de mobilização:


       O vídeo tratá informação sobre tudo o que passamos no dia-a-dia e o quão prejudicial é para nossa imagem social e o quão importante são essas informações para mover a nosso fazer uma sociedade que mata mulheres todos os dias, simplesmente por serem mulheres. Segundo dados do Ipea, no Brasil entre o período de 2009 a 2011, foram registrados 13.071 feminicídios¹ (Fonte: http://www.ipea.gov.br/ ) e o número é cada vez mais crescente. Já que temos a oportunidade de conseguir informações e opinião de mulheres que são violentadas fisicamente, psicologicamente e verbalmente, vamos ouvi-las e entender o quão degradante é para nós que vemos essa violência acontecer com nosso gênero, simplesmente por sermos mulheres e o quão degradante é para quem sofre e é obrigada a sofrer calada por falta de compreensão e entendimento! Sejamos ouvintes, porque o machismo existe e está acabando com nossos direitos pouco a pouco.


Femicídio ¹ Morte de mulheres em razão do gênero.
                                                      

Postagens sugeridas

0 Comentários

POSTAGENS POPULARES

FACEBOOK

Subscribe